Escolha uma Página

Mudar a sua relação com a comida é um dos lemas do movimento Mindfull Eating. Exercitar a atenção plena durante a alimentação é o primeiro passo. Esse movimento ajuda a lidar com o piloto automático e o desequilíbrio na alimentação, treinando a mente a perceber os impulsos que surgem e a oportunidade de fazer escolhas mais consciente.

A prática diária é muito importante para regular os impulsos alimentares e criar hábitos mais saudáveis. Isso envolve cultivar a combinação consciência interna – conexão da mente com o corpo – e consciência externa – conexão com os alimentos.

A Benassi trabalha com alimentos saudáveis e acredita que se alimentar com produtos naturais e frescos é sinônimo de uma vida com mais qualidade. O ato da alimentação é muito importante para a vida. Precisamos nos alimentar diariamente. Por que não fazer de forma consciente e com atenção, não é mesmo?

Qual a relação das emoções com os alimentos?

Os impulsos envolvidos no ato de comer, geralmente, estão atrelados à uma auto-regulação emocional que a pessoa não consegue conter. É possível que tenha como pano de fundo dificuldades emocionais ou até mesmo sofra de ansiedade ou depressão.

Temos associações emocionais com determinado tipo de alimento, a forma como comemos (a quantidade e a velocidade), em determinados lugares e com diferentes pessoas. É possível perceber como criamos laços com diversos estímulos desencadeadores.

Esse comportamento automático surge de ações inconscientes que, por muitas vezes, se torna repetitivo em relação a sentimentos, pensamentos e hábitos sociais vinculados ao ato de comer.

Quem já se percebeu comendo sem atenção, rápido, sem notar o aroma, o sabor, as cores, as texturas do alimento? Imediatamente encontramos justificativas, como “estou com pressa”, “sem tempo”, “vou aproveitar a refeição para olhar as mensagens no celular”, “vou ler um livro agora”.

Mas agora que você já sabe que existe uma relação direta entre o ato de comer com as nossas emoções, basta colocar em prática o “comer consciente” e aos poucos mudar os hábitos e fazer seu cérebro entender que comer é um prazer (saudável) e não um impulso.

Benassi – nutrindo seu bem-estar!

 

X